sábado, 22 de agosto de 2020

Balões de Pensamento

Balões de Pensamento, coleção de textos sobre histórias em quadrinhos por Érico Assis, está no Catarse

Livro terá textos ilustrados por cinco quadrinistas

Campanha de financiamento vai até 17 de outubro

https://www.catarse.me/baloes1

 

Balões de Pensamento é o primeiro livro de Érico Assis, jornalista, tradutor e crítico com mais de vinte anos de carreira focados em quadrinhos. Lançamento da Balão Editorial, o livro está em pré-venda / financiamento coletivo (flex) na plataforma Catarse, no link https://www.catarse.me/baloes1.

O livro reúne 50 textos publicados no Blog da Companhia das Letras desde 2010 – em versões revisadas, atualizadas e com ilustrações inéditas. Os quadrinistas convidados a ilustrar alguns destes textos foram Gabriel Dantas (Bife de Unicórnio) Samanta Floor (Toscomics), Ing Lee (Karaokê Box), André Valente (Colocs du Temps) e Wagner Willian (Silvestre).

O livro também traz prefácio de Diana Passy, editora e agitadora do mercado editorial, idealizadora da Flipop.

Entre os textos, há perfis de autores como Laerte, David Mazzucchelli e Marjane Satrapi, detalhes sobre a história das histórias em quadrinhos, relatos pessoais e de outros leitores sobre a relação com gibis e reflexões sobre o mercado. Também há resenhas de quadrinhos como Aqui, Love & Rockets e Habibi, e o autor conta como foi traduzir Scott Pilgrim, Wilson e outras graphic novels (além de discutir o famigerado termo “gréfic novel”).

No financiamento coletivo, apoiadores podem comprar um exemplar do livro a partir de R$ 49. Há opções de compra de dois ou dez exemplares (com desconto), além das opções de compra casada: um exemplar de Balões de Pensamento acompanhado de uma das traduções do autor para diversas editoras brasileiras, como Companhia das Letras, Darkside, Pipoca & Nanquim, Nemo e Veneta. Outras opções de compra casada, com apoio destas e outras editoras, podem surgir durante a campanha.

Todas as opções de venda têm frete grátis. Os livros serão entregues no mês de dezembro.

Érico Assis é tradutor, jornalista e pesquisador com doutorado em Estudos da Tradução. Como tradutor, colaborou com mais de vinte editoras brasileiras em quadrinhos, literatura, publicações infanto-juvenis e de não-ficção. Como jornalista, é crítico de HQ nos jornais Folha de S. Paulo e O Globo, assim como na revista QuatroCincoUm. Foi um dos primeiros colaboradores do Omelete, onde atualmente tem uma coluna semanal, e do Blog da Companhia, onde escreve mensalmente desde 2010. Também mantém o podcast Notas dos Tradutores (junto a Mario Luiz C. Barroso e Carlos Rutz) e, esporadicamente, o website A Pilha. Foi editor convidado da coletânea O Fabuloso Quadrinho Brasileiro de 2015 (Veneta/Narval) e do Catálogo HQ Brasil (2019) uma seleção de HQs nacionais da última década para divulgação no exterior. Mora em Pelotas-RS. Seu website é https://ericoassis.com.br/

 

“Érico Assis é daqueles apaixonados pelos quadrinhos que fazem a paixão dos outros parecerem romances de verão. Foi fundamental na criação da essência do Omelete em relação às HQs e um verdadeiro guardião da Nona Arte.”

- Érico Borgo, fundador do Omelete

 

"Érico Assis tem um trabalho magnífico no campo da tradução de histórias em quadrinhos. Mas não para aí. Ao seu trabalho de tradutor soma-se um profundo conhecimento do mercado e da linguagem dos quadrinhos. Sua atuação como jornalista de quadrinhos é sempre muito bem fundamentada e oferece aos apreciadores do meio uma visão única sobre os diversos produtos quadrinísticos, colocando-o na linha de frente da crítica quadrinística no país."

- Waldomiro Vergueiro, professor e pesquisador de quadrinhos na USP

 

"Érico Assis é O melhor crítico de quadrinhos do UNIVERSO! (a não ser que ele já tenha feito uma crítica ruim sobre mim, nesse caso, por favor, ignorem o que eu acabei de dizer)."

- Mike Deodato, quadrinista (Vingadores, Berserker Unbound)

 

“O trabalho do Érico não só inspira artistas e pesquisadores de quadrinhos, como norteia muito da nossa percepção acerca do que é produzido no Brasil e no mundo. Com um olhar crítico e ao mesmo tempo muito sensível, ele analisa diversas obras que são obrigatórias na estante de qualquer amante da nona arte.”

- Daniela Marino, pesquisadora de quadrinhos e uma das organizadoras do livro Mulheres e Quadrinhos

 

“O livro que corrige um tardio encontro entre um dos melhores resenhistas de quadrinhos do país e a publicação de seus necessários e precisos textos.”

- Paulo Ramos, jornalista, professor, pesquisador e autor de diversos livros sobre HQ.

 

"É uma grande honra ter o Érico como o tradutor oficial das Jornadas Internacionais de Histórias em Quadrinhos. Seus textos sobre quadrinhos têm a precisão e o detalhismo que denotam o extremo profissionalismo que ele dedica a tudo o que faz. Além de competente e dotado de grande erudição, o Érico é um cara atento e bastante antenado às novidades e as tendências do meio dos quadrinhos."

- Nobu Chinen, pesquisador e professor de disciplinas sobre quadrinhos na Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO-UFRJ).

 

“No mundo dos quadrinhos, o Érico é um cara que gosta de ver o que ninguém viu ainda. Ele pesquisa e generosamente nos aponta o que vem por aí. Ele tem gana por descobrir o novo. Por isso, uma reunião de textos do Érico é uma das raras antologias que, em vez de olhar pra trás, olham pra frente.”

- Eduardo Nasi, jornalista e crítico de quadrinhos aposentado. Atualmente recomenda filmes no Boletim do Meteoro.

 

"Atualmente, Érico Assis é um dos melhores tradutores e jornalistas a atuar na área dos quadrinhos e da cultura pop no Brasil. Ver os seus textos reunidos em um único exemplar significa ter uma grande fonte de cultura e de referências à disposição do público."

- Alexandre Callari, autor de A Floresta das Árvores Retorcidas e sócio-fundador da editora Pipoca & Nanquim.

 

"Érico Assis tornou muitos sonhos possíveis para os leitores de quadrinhos. É uma referência monstruosa no mercado".

- Raquel Moritz, editora da Darkside Books

 

“Érico Assis é o leitor mais prolífico de quadrinhos que conheço, o que me causa muita inspiração e um certo desespero. É impossível, pro leitor, não se envolver com a paixão pela mídia expressa em seu trabalho como jornalista e crítico de HQ.”

- Aline Zouvi, autora de Síncope, Óleo sobre tela e Pão Francês.

 

“Contra todas as expectativas, o Brasil desenvolveu ao longo dos anos uma plural e vibrante cena de quadrinhos, talvez mais marcada por uma exuberância visual do que um pensamento, muito menos uma crítica. Nesse sentido, acho uma valiosa contribuição a existência de Érico Assis, com suas vastas leituras, amor à linguagem e sua sóbria e metódica escrita.”

- Odyr Bernardi, quadrinista, autor de A Revolução dos Bichos, Guadalupe e outros.

 

“Érico Assis intercala propriedade e entusiasmo em suas análises, além do desejo de apresentar as mais diversas possibilidades de quadrinhos que existem por aí. Seu trabalho pode confortar ou desafiar nossas preferências, e é isso que o torna um ótimo crítico.”

- Pablo Casado, roteirista de quadrinhos, um dos autores de Mayara & Annabelle.

 

“Érico Assis é uma cabeça privilegiada, inventiva e produtiva. Uma fonte de interesses e de novas conexões. Adorei cada um destes textos.”

- Caetano Galindo, tradutor e professor da UFPR.

 

“Érico Assis não traduz apenas palavras: em seus textos como jornalista e crítico de quadrinhos, ele também traduz os movimentos de mercado, as reflexões provocadas pelas obras, os sentimentos despertados no leitor.”

- Ticiano Osório, jornalista da Zero Hora e um dos grandes críticos de HQ do Brasil.

 

“Existem tradutores de quadrinhos no Brasil e existe o Érico. É o mais versátil e o mais erudito que conheço”

- Octavio Aragão é quadrinista, criador de Psicopompo e Intempol, e professor.

 

“Pra mim, as principais marcas do trabalho do Érico são o rigor técnico e a vasta quantidade de informação que oferece ao leitor em seus textos, saindo do lugar-comum da opinião pela opinião e embasando suas análises com fatos e dados que enriquecem o produto final. Sou um grande fã.”

- Fernando Lopes, editor de quadrinhos na Panini Comics.

 

“Uma das vozes mais importantes do jornalismo e do trabalho textual em quadrinhos, Érico é capaz de mesclar como poucos jornalismo, prosa e estilo. Li quase todos os textos dele e todos sempre me informavam de maneira única na mesma medida em que me envolviam em algum tipo de jogo narrativo que ele propõe em cada um. Sempre uma delícia de ler.”

- Rafael Coutinho é autor de Cachalote, Mensur e O Beijo Adolescente, e professor de Concept Art na EBAC – SP.

 

Balões de Pensamento

textos sobre quadrinhos

de Érico Assis

com ilustrações de Gabriel Dantas, Samanta Floor, Ing Lee, André Valente e Wagner Willian

prefácio de Diana Passy

projeto gráfico de Marcela Fehrenbach

Balão Editorial

336 páginas (estimadas)

11,5 x 18 cm

a partir de R$ 49 (ver outras opções de aquisição na campanha)

entrega das recompensas em dezembro/2020



 https://www.catarse.me/baloes1

domingo, 1 de março de 2020

Aquarela

Aquarela, de André Bernardinho e Vitor Flynn, lançamento de março de 2020 

segunda-feira, 24 de dezembro de 2018